Domingo, 14 de Agosto de 2022
Raimundo Lira
ÀS SUAS ORDENS!

por Raimundo Lira

Opinião

Trás o documento, Marconi Perillo!

“ O ônus da prova cabe a quem acusa, ex-governador Marconi Perillo”

Foto: Divulgação
post
Ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB)

02 junho, 2021

Raimundo Lira

Circula num site, uma matéria em que o ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB) – residente e domiciliado em São Paulo Capital – denunciando que o governador de Goiás Ronaldo Ramos Caiado (DEM), entrou  com uma   ação  no "Supremo Tribunal Federal (STF)” em Brasília (DF),  para não depor na  CPI do Covid-19. Esta matéria   me parece uma publicação sem consistência, com conotação politica. E  tudo indica - imagino - que é mais um mal bolado “Fake News”, produzido pelo ex-governador Perillo  ou por seus correligionários.  Veja a postagem de Marconi: “ Caiado entrou no STF para não ser convocado pela CPI da Covid-19. Quem não deve,  não teme. Mais uma vez, o discurso se dissocia completamente da prática”. À época da CPI do Cachoeira pedi para comparecer e lá permaneci por 9 horas e respondi rigorosamente  a todos os questionamentos e esclareci as dúvidas”. Muito bem Marconi Perillo vou lembra-lo de um fato relevante: o Senhor não esclareceu tudo quando ficou detido em 2018 por 24 horas, na  Superintendência da Polícia Federal em Goiás. A  prova cabal das minhas afirmações é que o processo contra o Senhor, está  tramitando na justiça federal em Goiás. [Marconi é suspeito de receber R$ 12 milhões em propinas de empreiteiras nas eleições de 2010 e 2014. O  Ministério Público Federal (MPF) em Goiás esclareceu que a prisão preventiva do ex-governador Marconi Perillo foi decretada pela 11ª Vara da Justiça Federal  em Goiás, a pedido do Núcleo de Combate à Corrupção do MPF].  Pelo exposto  ex-governador Marconi Perillo, faço um pedido à Vossa Excelência: se o Senhor tem realmente  este documento, por favor remeta  para o site via e-mails ou pessoalmente, a ação impetrada no STF pelo governador de Goiás Ronaldo Ramos Caiado. Aí sim, o seu eleitorado lhe  dará mais credibilidade; caso ao contrário, O Senhor poderá ficar como mentiroso e não se esqueça:  “ O ônus da prova cabe a quem acusa", certo  Marconi Perillo? Até o próximo.

Raimundo B. Lira é  jornalista, Internacionalista e Presidente da Comissão Provisória para a Organização e Legalização da Associação Brasileira de Blogs e Sites (AABBwebsite / Brasília - DF). Os artigos de opinião e/ou as matérias assinadas,  não refletem necessariamente a opinião  do site, portanto  são de responsabilidade de seus autores