Segunda, 15 de Agosto de 2022
Direito & Justiça

Julgamentos

Acusados de matar Valério Luiz são julgados em Goiânia

O júri acontece no Tribunal de Justiça de Goiás e foi interrompido para almoço. Cinco pessoas respondem pela morte do radialista, há quase 10 anos

Foto: Divulgação
post
Maurício Sampaio, ex-presidente do Atlético-GO (de camisa branca) e réu pela morte do radialista, ao lado do advogado Silva Neto durante o início do júri popular no Tribunal de Justiça, em Goiânia.

13 junho, 2022

Após três adiamentos, o julgamento dos acusados começou hoje às 9h46 no TJ-GO, mas foi interrompido para o almoço. Cinco pessoas foram denunciadas pelo crime, entre elas estão o cartorário e vice-presidente do Conselho de Administração do Atlético-GO, Maurício Sampaio, e dois PMs. Segundo a denúncia, o assassinato foi motivado pelas críticas constantes do radialista à diretoria do Atlético-GO, do qual Maurício Sampaio era vice-presidente à época. Maurício Sampaio, ex-presidente do Atlético-GO (de camisa branca) e réu pela morte do radialista, ao lado do advogado Silva Neto durante o início do júri popular no Tribunal de Justiça, em Goiânia - Goiás.  A prepvisão é de que este julgamento será  longo e poderá durar mais de  tres dias ou seja poderá terminar somente na quarta-feira (15/6).