Domingo, 14 de Agosto de 2022
Turismo

Debates

Superintendente do Sebrae Tocantins prestigia Mostra de Artesanato e Gastronomia do Nordeste

Iniciativa busca dar visibilidade aos públicos estratégicos para fomentar as atrações turísticas no exterior

Foto: Divulgação
post
O superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes (à direita) elogiou a iniciativa da CRE, destacando a importância de dar visibilidade ao turismo

30 outubro, 2021

Com o apoio do Sebrae e da Associação Brasileira dos Sebrae (Abase), a Comissão de Relações Exteriores (CRE) deu continuidade na quinta-feira (28/10) ao ciclo de debates “A internacionalização da Economia Criativa, da Gastronomia e do Turismo como indutores do desenvolvimento regional”, desta vez com a Região Nordeste. A senadora Kátia Abreu (PP-TO),  presidente da CRE, explicou que o objetivo da Comissão é vender as atrações das regiões brasileiras no exterior, para aumentar o número de turistas estrangeiros que vêm todos os anos ao país. Ela lamentou que esse número anual esteja estagnado no mesmo patamar de 2014 -  6 milhões de estrangeiros por ano. "Nós queremos levar as regiões para as embaixadas do Brasil, com a nossa cultura, com a nossa gastronomia, com o nosso artesanato, com a economia criativa. Pretendemos fazer eventos pequenos, não para a multidão, mas eventos muito focados nos operadores de turismo, nas principais agências da Europa e na imprensa especializada, que são formadores de opinião e elaboram os roteiros de turismo internacional para eles lá", explicou. O Ciclo de Debates iniciou em agosto, com a Região Norte e em setembro pelo Sudeste. Em dezembro será a vez do Sul e Centro Oeste. O superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes, elogiou a iniciativa da CRE, destacando a importância de dar visibilidade ao turismo, a gastronomia e a economia criativa para públicos estratégicos e que podem vender esses atrativos no exterior. "Grande parte das empresas que operam estes segmentos são pequenos negócios e é por isso que o Sebrae apoia esta iniciativa. O Brasil é um país gigante, repleto de belezas naturais e do talento da nossa gente que ainda é pouco conhecido no exterior. Precisamos virar esse jogo e conquistar o nosso espaço nesse mercado", pontuou, acrescentando que a participação do renomado Chef Alex Atala na Mostra da Região Norte foi de grande relevância para esses diálogos que estão sendo construídos na Comissão de Relações Exteriores no Senado Federal.

Ciclo Nordeste
Além de destacar o potencial turístico da culinária nordestina, o encontro ressaltou a importância do Sebrae e do Senac na capacitação de profissionais do setor da gastronomia e, em decorrência, no empreendedorismo e na geração de empregos na região. Os chefs de cozinha Cumpade João, da Paraíba, e César Santos, de Pernambuco, apresentaram o trabalho que vem sendo feito no Nordeste para a promoção da culinária local. Todos os palestrantes ressaltaram a importância do Sistema S, na capacitação de empreendedores e profissionais no setor da gastronomia. César Santos se emocionou ao falar de um projeto em Aliança (PE), do qual seu instituto faz parte, que transformou a vida de famílias do interior de seu estado,  com uma cooperativa de produção e comercialização de agricultura familiar. "As mulheres da roça plantavam e não sabiam o que fazer com seus alimentos. O nosso projeto chegou e mudou totalmente a cabeça dessas mulheres. Elas começaram a produzir doces, bolos, tortas, bolachas, biscoitos e estão felizes, porque estão recebendo vários convites. Essas mulheres estão descobrindo que são importantes para a economia do nosso país", comentou o Chef César. Joaquim Cartaxo Filho, superintendente do Sebrae no Ceará, e Antônio Carvalho Neto, secretário municipal de Governança de Maceió, ressaltaram o potencial da culinária da região como motor para o turismo. Carvalho lembrou que as plataformas digitais podem ajudar muito nessa promoção. "Quando a gente fala da economia criativa temos que pensar que o centro desse eixo são as pessoas. A produção da cultura e da gastronomia é feita a partir das pessoas. Como incentivar e como trazer aquela artesã lá no interior? Como fazer com que o negócio dela seja impulsionado? Pensando essa questão da transformação digital, surgem as plataformas de produção", explicou Carvalho. Na  terça-feira (2610), como parte da programação da CRE, foi aberta no Espaço Ivandro Cunha Lima, do Senado Federal, a Exposição Cultural da Região Nordeste. Nesta quinta, o debate foi seguido de um almoço, com cardápio temático, no Restaurante dos Senadores, coordenado pelo Senac. Em dezembro está previsto o quarto evento do ciclo, reunindo as regiões Centro-Oeste e Sul. 

Fontes: Com informações da Assessoria de Imprensa da Comissão de Relações Exteriores do Senador Federal / www.poptvnews.com.br