Segunda, 15 de Agosto de 2022
Turismo

Férias

Mesmo com movimento abaixo do esperado, setor turístico espera levar mais visitantes ao Jalapão

Para empresários, preço dos combustíveis e falta de estrutura nas estradas podem ser a causa para a menor procura, mas movimento deve melhorar a partir do dia 15

Foto: Divulgação
post
O Jalapão é uma das mais procuradas para turismo no Tocantins

11 julho, 2022

A região do Jalapão é uma das mais procuradas para turismo no Tocantins e em 2021, atraiu cerca de 60 mil pessoas para os atrativos, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mas apesar da grande procura em meio à pandemia, quem trabalha no setor turístico acredita que o movimento neste mês considerado de alta temporada está menor do que nos anos anteriores, mas a expectativa de mais turistas que querem conhecer os atrativos deve ocorrer nos próximos dias. Segundo a condutora ambiental Ilana Ribeiro Cardoso, que leva visitantes para conhecerem comunidades quilombolas de Mateiros, a alta nos preços de produtos, principalmente dos combustíveis, encarecem a viagem e os pacotes e, consequentemente, afasta os turistas. “Não está da forma que esperávamos, mas sabemos que isso é em questão do que está acontecendo, que está tudo caro. É combustível caro, passagem aérea cara. Tem outros destinos que estão mais em conta. Acredito que o acesso do Jalapão está difícil. As pessoas tiveram que ajustar os preços dos pacotes”, disse. Por ofertar um roteiro alternativo aos que buscam somente cachoeiras, dunas e fervedouros, em que leva pessoas para ter uma experiência diferenciada dentro das comunidades quilombolas, Ilana contou que até conseguiu fechar pacotes para grupos durante o mês, mas ainda está abaixo do esperado. “Eu tenho sempre grupos em julho e setembro, mas a queixa das agências é essa, que os valores estão caros. Apesar disso, tem movimento. Não com no ano passado ou antes da pandemia, mas tem”, completou, ressaltando que a maioria das pessoas que buscam pelo serviço é de São Paulo. Com relação às hospedagens, a dona de uma pousada em São Félix do Tocantins tem a mesma percepção dos primeiros dias da alta temporada. Segundo Maria Graciene Rodrigues, o movimento reduziu e no mês de junho e início de julho, chegou a ter mais de três dias sem novos hóspedes. A expectativa de melhora no movimento é a partir do dia 15 de julho até agosto, segundo a empresária, já que entre esses períodos todas as unidades estão reservadas. “Acredito que está até mais fraco que o ano passado, na pandemia. Mas esse ano é por conta da alta que teve em tudo. Está muito caro o pacote para o Jalapão. Mas tudo está caro, as passagens os pacotes”, explicou. Além disso, Graciene diz que a dificuldade também está no acesso à região, já que as estradas não são boas até os atrativos. Esse fator também pode deixar os pacotes de agências mais elevados, o que impede que os próprios moradores do estado optem por visitar o Jalapão. Alguns eventos que ocorreram em junho e julho, como o Rally Jalapão, que passou por Mateiros e São Félix, e a Festa da Rapadura, em comunidades da região, até atraiu turistas. Mas segundo Graciene, a falta de programação não mantém o movimento. “Agora em julho está tudo muito caro e a prefeitura não vai fazer temporada de praia, então para a gente fica mais complicado”.

Concorrência 
Para Fernando Torres, presidente da Associação Tocantinense de Turismo Receptivo (ATTR), com a liberação dos destinos tanto nacionais quanto internacionais após baixa nos casos de Covid-19, e o alto preço das passagens aéreas, atrair mais turistas para o Jalapão se tornou um desafio. Tanto que, em comparação com o mês de julho de 2021, o movimento atual para o início do mês reduziu cerca de 30%. “A oferta grande de destinos dificulta muito a gente concretizar as vendas. E a parte aérea, que está muito cara, torna desleal a competição de vendas do nosso destino”, disse. Apesar dessas dificuldades, o presidente da ATTR acredita que a perspectiva para mês de julho é a melhor possível, por ser alta temporada.

Aposta na promoção dos atrativos
Apesar dos relatos de menor movimento em comparação aos anos anteriores, o secretário estadual de Cultura e Turismo, Hercy Ayres Rodrigues Filho, explicou que o governo trabalha na divulgação dos atrativos e incluiu a região em projetos de melhorias, como de recuperação das estradas. “O governo está trabalhando na estruturação da região, do acesso. O Jalapão é uma limitação nesse aspecto, mas estamos trabalhando na recuperação. Foi lançado nesse pacote do governo a recuperação e substituição da malha asfáltica e o Jalapão é parte desse planejamento”, disse, o secretário. Além que questão estrutural, que faz parte das dificuldades citadas pelos trabalhadores do setor turístico, o secretário também destacou que ações que visam qualificar quem mora nas cidades que compõem a região turística. “Lá dentro temos trabalhado muito a questão da qualificação, da parceria com o Sebrae e outras entidades no sentido de melhorar sinalização e outros pontos”, completou. “O Jalapão tem uma aura diferente, todo mundo quer conhecer, e a gente trabalha no sentido da promoção, de sempre divulgar, de sempre mostrar a potencialidade. Não temos dúvida que diante de um ano em que as restrições sanitárias estão bem menores, que vai ter um fluxo maior de pessoas do que 2021”, explicou Hercy Filho. No próximo mês será possível mensurar como de fato foi o movimento de turistas no Jalapão, mas de acordo com o secretário, “a expectativa é de superar o ano passado”. Além dos trabalhos de promoção, o secretário ainda aposta na temporada de praias em outras regiões, que ocorre neste mês de julho, para atrair mais turistas ao estado. “Nossa estrela é o Jalapão, mas devemos dizer que teremos praias no Tocantins inteiro. Uma série de atrativos e com certeza vai ser um ano diferenciado, de um fluxo turístico muito bom no Tocantins”, completou.

Prefeituras
O g1 tentou contato com as gestões dos municípios na região do Jalapão para saber se existem ações ou programações que visam atrair turistas nesse período, e aguarda retorno. Somente a prefeitura Ponte Alta do Tocantins divulgou programação de férias, que ocorrerá na Praia do Tamburi, entre os dias 16 e 31 de julho. Para esse mês, estão previstos de Vôlei de Praia, Campeonato Beach Soccer e Ping Pong. Além da programação esportiva, haverá a escolha da Garota Tamburi 2022, shows de talentos, e apresentações musicais. Entre as atrações regionais estão as duplas Alex e Matielo, Marlon e Muriel e Paulo Freire e Luciano. Confira a agenda neste link.