Sábado, 25 de
Maio de 2024
Brasil

Óbito

Morre deputada federal Amália Barros, vice-presidente do PL mulher

Parlamentar estava internada desde o dia 1º de maio, para retirar um nódulo no pâncreas

Câmara dos Deputados
post
Morre deputada federal Amália Barros, aos 39 anos

12 maio, 2024

A deputada federal Amália Barros (PL-MT) morreu na madrugada deste domingo (12/5), aos 39 anos, em São Paulo. A informação foi divulgada nas redes sociais da parlamentar. Diagnosticada com um nódulo no pâncreas, Amália Barros estava internada no no Hospital Nova Star, em São Paulo, desde 1º de maio, onde passou por uma segunda cirurgia para a retirada do nódulo. Anteriormente, a parlamentar já havia passado por uma radiointervenção no pâncreas e outro procedimento cirúrgico.

Vida e carreira
Amália Scudeler de Barros Santos era natural da cidade paulista de Mogi Mirim. Jornalista de formação, perdeu a visão do olho esquerdo aos 20 anos de idade, devido a complicações de um quadro de toxoplasmose. Ela passou por 15 cirurgias e removeu o olho em 2016. Desde então, passou a usar uma prótese ocular. Antes de entrar na política, Amália escreveu o livro "Se Enxerga!: Transforme desafios em grandes oportunidades para você e outras pessoas", contando sua história. Ela também fundou o Instituto Nacional da Pessoa com Visão Monocular, por onde realizou diversas campanhas de arrecadação de recursos e doações de próteses oculares e lentes esclerais. Amália estava em seu primeiro mandato como deputada federal. Aliada da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, ela conseguiu mais de 70 mil votos na última eleição. Ela era vice-presidente do PL Mulher. Além disso, a parlamentar se dedicou à aprovação da Lei. 14.126/2021, que inclui a visão monocular na lista de deficiências sensoriais, e deu às pessoas com visão monocular os mesmos direitos previstos para pessoas com deficiência.