Terça, 02 de Março de 2021
Turismo

Turismo

Turistas de Santa Cantarina conhecem Parque Estadual do Jalapão e visitam Palácio Araguaia

Cerca de 30 pessoas participaram da excursão pelo Jalapão e Palmas

Foto: Apoena Rezende/Governo do Tocantins
post
Grupo de turistas de Santa Catarina visitou o Palácio Araguaia para conhecer um pouco da história do Tocantins e de Palmas

17 setembro, 2019

Brener Nunes/Governo do Tocantins

 Palmas(TO) - Um grupo de turismo social do Serviço Social do Comércio (SESC) de Santa Catarina visitou o Palácio Araguaia dia 17, para conhecer um pouco da história do Tocantins e de Palmas. Os visitantes chegaram dia  12, e passaram quatro dias conhecendo as belezas do Parque Estadual do Jalapão. Cerca de 30 pessoas participaram da excursão pelo Jalapão e Palmas. Segundo Vilma Switz o que ela mais gostou do Jalapão foram a Pedra da Catedral e a Pedra Furada. “Tudo muito legal. Não é minha primeira vez no Tocantins. Estou adorando. No começo estranhei as estradas, mas agora estou adorando”, disse a turista. A guia do passeio, Irene Tanato, contou que todos ficaram encantados e apaixonados pelo Jalapão. “Todos ficaram encantadíssimos e apaixonados com tantas belezas. E hoje é um dia que separamos para conhecer e apreciar um pouquinho Palmas”, afirmou a guia turística. Irene Tanato explicou que além de visitar o Palácio, o grupo também visitaria outros pontos da Capital, e durante o restante do dia iriam fazer um passeio de flutuante. “Amanhã retornamos para Santa Catarina”, esclareceu. A guia reforçou que a experiência na região do Jalapão é única com todos os fervedouros e cachoeiras. “A experiência é única, os fervedouros são muito raros, não se tem esse tipo de atrativo em outros locais. Cachoeira do Formiga, fervedouros, rios. Tudo muito gostoso”, destacou. Sobre as estradas, Irene Tanato afirmou que espera que nunca sejam asfaltadas. “A estrada é uma aventura. Espero que nunca asfalte para gente conseguir preservar. Temos que ter esse cuidado, é um bioma muito deliciado é sensível, sabemos que o turismo tem seus impactos negativos”. “Então, peço para que o governo consiga respeitar esse sistema tão importante. Não asfaltar para manter as características originais”, complementou a guia do Sesc. Outro visitante, Claudio Braioli, disse encantado como a cidade de Palmas é tão nova e maravilhosa ao mesmo tempo. “Eu estou gostando. Cidade jovem é maravilhosa, com apenas 30 anos de existência. Pra idade que tem é cidade muito bonita e confortável e o povo é muito amigável e simpático”, afirmou o visitante.