Terça, 02 de Março de 2021
Política

Crítica

Gesto de Doria coloca outros governadores em segundo plano, critica Caiado

Governador de Goiás criticou paulista por ter iniciado ontem (17/1)a vacinação em São Paulo, antes do começo da imunização nos outros Estados

Foto: Ruy Baron/Valor
post
Ronaldo Caiado, (DEM-GO), governador de Goiás

18 janeiro, 2021

Por Cristiane Agostine, Valor — São Paulo

São Paulo (SP) -  O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), criticou nesta segunda-feira (18/1) o governador paulista, João Doria (PSDB), por ter iniciado ontem a vacinação em São Paulo, antes do começo da imunização nos outros Estados. Caiado disse que a vacinação não pode ser transformada em campanha eleitoral, em crítica direta a Doria, pré-candidato à Presidência em 2022.  "Nós governadores merecemos tratamento igualitário", afirmou Caiado, antes de participar de encontro do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, com governadores em Guarulhos (SP), em evento para marcar a distribuição da CoronaVac para todo o país. O governador de Goiás disse ainda que Doria não respeitou os demais governadores.  "O gesto de Doria coloca os outros governadores em uma segunda categoria. O gesto é muito importante na vida pública", afirmou. Entre os presentes estão Wilson Lima (Amazonas), Renan Filho (Alagoas), Camilo Santana (Ceará), Eduardo Leite (Rio Grande do Sul), Renato Casagrande (Espírito Santo), Ronaldo Caiado (Goiás), Helder Barbalho (Pará) e Romeu Zema (Minas Gerais). O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), participa do evento. João Doria (PSDB),  governador do Estado, não está na reunião.