Sexta, 26 de Fevereiro de 2021
Raimundo Lira
ÀS SUAS ORDENS!

por Raimundo Lira

Opinião

O momento do senador Eduardo Gomes

Expert em articulações políticas, o senador Eduardo Gomes (MDB-TO) poderá disputar a presidência do Senado Federal

Fotos: Divulgação
post
Senador Eduardo Gomes (MDB-TO)

24 novembro, 2020

Por Raimundo Lira

É do conhecimento de todos que o processo  sucessório no Congresso   Nacional brasileiro bicameral – Câmara dos deputados federais e Senado Federal –  é muito complexo e recheado  de negociações entre os partidos políticos  e  suas bancadas. Este ano não será diferente – bem que poderia ser. ­­­O assunto é tratado com reserva pelos deputados e senadores, cientes das prioridades do momento e do protagonismo dos presidentes das  duas casas,  Rodrigo Maia [ Câmara dos Deputados federais ] e Davi  Alcolumbre  [Senado Federal].  Mas já existem parlamentares atentos à possibilidade de ocupar um dos cargos mais cobiçados do Legislativo  brasileiro: a presidência da Câmara dos deputados federais.   Um destes pretendentes  é o deputado federal Arthur Lira (PP - AL) -  possível candidato do presidente Jair Bolsonaro - fortíssimo  candidato à presidência da Câmara dos deputados federais. Por outro lado, no Senado  federal o processo  sucessório continua lento  mas nos bastidores o clima é  tenso  e muito agitado. O presidente da Casa  senador Davi Alcolumbre (DEM-RR) dificilmente terá condições de se candidatar  à reeleição. Ai começa o jogo de xadrex e no tabuleiro, aparecem as principais pedras – possíveis candidatos  à presidência do Senado Federal (2021/2022). Seguindo a lógica,  que nem mesmo os ex-presidentes do Senado  federal José Sarney  e Renan Calheiros,  conseguiram suas reeleições por isto que eu digo que Alcolumbre dificilmente terá condições de se reeleger; aí aparece no cenário sucessório,   o nome  do  senador tocantinense Eduardo Gomes, expert em articulações políticas, como provável candidato. Com  livre trânsito em todas correntes ideológicas do Congresso Nacional em Brasília (DF),  cauteloso o Senador  já deve estar articulando para disputar a presidência da  Casa.  Mas Gomes  além  dos adversários de outros partidos políticos, ele terá  que vencer primeiro  a disputa interna no seu próprio partido, o  MDB. Três nomes emedebistas fortes estarão  na disputa pela presidência do Senado Federal: senadores Eduardo Braga  (MDB-AM),  Renan Calheiros (MDB-AL) e a senadora Simone Tebet (MDB-MS)  - uma tarefa para gigantes como o senador tocantinense Eduardo Gomes. Até o próximo!

Raimundo B. Lira é  jornalista, Internacionalista e Presidente da Comissão Provisória para a Organização e Legalização da Associação Brasileira de Blogs e Sites (AABBwebsite / Brasília - DF). Os artigos de opinião e/ou as matérias assinadas,  não refletem necessariamente a opinião  do site, portanto  são de responsabilidade de seus autores.